Daúto Faquirá: "Estudamos o FC Porto ao pormenor"

Treinador do Olhanense salienta que a sua equipa fez o que lhe "competia em função da diferença abis

O Olhanense arrancou um empate a 0-0 frente ao FC Porto em jogo da Jornada 10 do campeonato e o treinador Daúto Faquirá nota que a sua equipa esteve "taticamente quase irrepreensível".

"Estudamos o FC Porto ao pormenor", refere o técnico, salientando que o Olhanense fez o que lhe "competia em função da diferença abismal" entre os dois emblemas. "Sabíamos que ia ser extremamente difícil", repara Ronaldo, atestando que "o FC Porto vinha de três jogos em que tinha feito 11 golos e sofrido zero". Por isso não fazia sentido "pressionar a primeira fase de construção deles", deixando "espaços entre linhas, onde os jogadores do FC Porto são extremamente agressivos".


O guarda-redes Fabiano, que defendeu o penalti marcado por Hulk, salienta que teve "a felicidade de efetuar a defesa e poder ajudar a equipa". Coletivamente o guardião repara que "a equipa teve mérito" e "chances de golo" frente a um grande rival.

Notícias: 1ª Liga