FC Porto goleia Benfica (5-0) e já leva 10 de avanço

O líder FC Porto passou hoje a contar mais 10 pontos do que o Benfica, algo nunca visto à 10.ª jornada da Liga de futebol a três pontos, ao golear categoricamente os “encarnados” por 5-0, no Dragão.

Num embate sem história, mas para a história, o invicto “onze” de André Villas-Boas aproveitou os “tiros nos pés” do treinador “encarnado”, Jorge Jesus, e, pela esquerda, onde esteve pela primeira vez na época David Luiz, resolveu tudo em escassos 28 minutos.

Silvestre Varela, aos 12 minutos, após jogada individual de Hulk, e Falcao, aos 24 e 28, o primeiro com um bonito toque de calcanhar e nas duas ocasiões servido por Belluschi, dizimaram um irreconhecível campeão.

Na segunda parte, o “capitão” Luisão ainda complicou mais as coisas, ao ser expulso aos 66 minutos, após cotovelada a Guarin, e, aos 80, de grande penalidade, e aos 90, Hulk “bisou” e fechou a contagem, perante a impotência de Roberto, que nada pôde fazer nos cinco golos.

Com este resultado, o FC Porto supera a maior vitória da sua história sobre o Benfica em jogos do campeonato, os célebres 4-0 de 1970/71 (31 de janeiro de 1971, nas Antas), com um “poker” de Lemos, e iguala a maior goleada de sempre, os 5-0 na Luz, para a Supertaça (18 de setembro de 1996).

Depois de 1994/95, última época em que a vitória só valeu dois pontos, nunca o primeiro classificado concluíra a 10.ª ronda uma dezena de pontos à frente do segundo, pelo que o FC Porto está mais do que encaminhado para o título.

A formação “encarnada” tem agora de preocupar-se com quem vem atrás, na luta pelo segundo lugar, sendo que pode ser igualado segunda feira por Vitória de Guimarães ou Sporting, que se defrontam em Alvalade.

Notícias: 1ª Liga