Melhores e piores da primeira volta

Melhor equipa: Sem grandes dúvidas, o Porto que apesar de não apresentar um grande brilhantismo exibicional foi fazendo o necessário para aquilo que é mais importante: vencer. 1º lugar mais do que justo.Equipa revelação: Revelação porque apesar de ter uma grande equipa e um grande treinador era difícil de prever este sucesso para uma equipa que regressa ao convívio dos grandes. Penso não me enganar ao dizer que o melhor futebol praticado nesta primeira volta foi autoria do Vitória de Guimarães.Equipa desilusão: três nomes me surgem à cabeça, Benfica, Sporting e Leiria. Aos candidatos ao títulos pede-se muito mais do que aquilo que foi apresentado mas mesmo assim acho que a equipa do União de Leiria é a maior desilusão da primeira volta... porque pura e simplesmente não faz parte dele. Não tem equipa, não tem presidente, não tem adeptos, não tem futebol... acho que a honra não os merece.Melhor jogador: Lisandro López não é so o melhor marcador do campeonato é também aquele que mais qualidades demonstrou durante esta primeira volta. Garra, força, vontade, técnica, velocidade, golos e assistências fazem dele o melhor jogador até agora.Jogador revelação: Não consegui encontrar nenhum jogador jovem que se tenha destacado por aí além portanto a minha escolha recai para um jogador de uma certa idade mas que parece ter ganho um fulgor nunca visto até então, de seu nome Tarik. Pouco se esperaria do Marroquino que passou de possível dispensado a jogador imprescindível do Porto portanto acabou por ser a grande revelação desta primeira metade de campeonato.Melhor reforço: Empate entre três jogadores: Rodriguez, Vuckcevic e Matheus do Setúbal. Foram para mim as melhores aquisições do verão passado e a forma como cada um se afirmou nas suas respectivas equipas é bem demonstrativo disso.Jogador desilusão: Cardozo e Liedson. Dois jogadores de quem se esperaria muito mais. Apesar de reconhecer o potencial ao paraguaio acho que a quem custou aquele valor aos cofres encarnados esperaria-se muito mais. Defendo contudo a continuidade na aposta no jogador. Quanto ao "Levezinho" parece que já pouco resolve e dele esperam-se sempre mais golos. Quartos em 15 jornadas é manifestamente pouco para um jogador com as qualidades do brasileiro.
reddevil

Notícias: 1ª Liga