Nacional: Rui Alves "a favor dos árbitros"

Presidente dos madeirenses coloca-se ao lado dos homens do apito na polémica que incendeia a Liga.

O presidente do Nacional da Madeira, Rui Alves, diz-se "claramente a favor da posição do árbitro" João Ferreira, que recusou dirigir o Beira-Mar-Sporting, e "abertamente a favor da posição da APAF" no boicote levado a cabo ao jogo da jornada 2 do campeonato. "Estou a favor dos árbitros, ele não deve ser castigado", diz ainda o dirigente quanto a João Ferreira.

Declarações prestadas à chegada a Birmingham, onde o Nacional joga nesta quinta-feira a passagem à fase de grupos da Liga Europa. Rui Alves considera que "por vezes, em Portugal confunde-se o todo com as partes" e salienta que "praticamente só há dirigentes dos três grandes a falar de arbitragens, os restantes não têm nada a ver com isso", diz, considerando que "é algo que prejudica o sector e traz consequências para todos".

Rui Alves defende ainda que sejam tomadas "medidas bastante duras para impedir as comunicações de alguns clubes sobre árbitros". "Processos sumários e multas pesadíssimas", atesta, frisando que é preciso impor medidas que "travem o descalabro de críticas que tem havido sobre o sector da arbitragem". "Os dirigentes deviam concentrar-se era em ter bons árbitros e um bom sistema de arbitragem", conclui.

 

Notícias: 1ª Liga