Sp. Braga: Capitães confirmam insultos racistas

Hugo Viana, Mossoró e Custódio desafiam também Artur a revelar "truques" em outros jogos com o Benfi

Os capitães do Sporting de Braga denunciaram esta terça-feira os insultos de índole “racista ou xenófoba” de que Alan e Djamal foram alvo durante o jogo com o Benfica, no domingo.

Em comunicado, Hugo Viana, Márcio Mossoró e Custódio desafiam igualmente Artur Moraes a revelar qualquer “truque” perpetrado pelo Sporting de Braga em jogos anteriores com o Benfica (recorde aqui a acusação do guarda-redes do Benfica).

O comunicado na íntegra:
“Comunicado do Plantel Sénior do SC Braga
Após os infelizes acontecimentos durante e no fim do jogo com o SL Benfica, no dia 7 de Novembro de 2011, o plantel do SC Braga vem por este meio fazer saber o seguinte:
1- O grupo repudia todo e qualquer comportamento/manifestação racista ou xenófoba, demonstrando total e incondicional apoio aos colegas de grupo Alan e Djamal, cuja honra e dignidade foram postas em causa.

2- São deploráveis, e inexplicáveis as palavras de índole racista dirigidas aos atletas Alan e Djamal, no decorrer do referido jogo, tal como são incompreensíveis as ofensas à família do Alan.

3- Os atletas do SC Braga em causa são profissionais de honra imaculada, sem nunca terem vivido ou assistido a situação semelhante. Djamal tem orgulho nas suas raízes e na sua carreira e Alan partilha dos mesmos valores. Alan que apresenta, em Portugal, uma carreira profissional de 10 anos, cuja idoneidade poderá ser comprovada pela própria equipa técnica do SL Benfica.

4- Manifestamos ainda tristeza e surpresa pelos comentários do nosso ex-colega de equipa, Artur Morais, que põe em dúvida o valor, profissionalismo e seriedade desta instituição. Ele viveu este clube e sabê-lo-á, mais do que ninguém, que no SC Braga não são necessários “truques” ou “jogos sujos” para vencer. Assim o honramos no passado, assim o fazemos no presente.

5- Desafiamos, por isso, Artur Morais, a revelar ou contar qualquer “truque” por nós idealizado ou perpetrado nos jogos com o SL Benfica, na época passada, no AXA, onde, para o campeonato vencemos por 2-1 e para a Liga Europa por 1-o. Jogos, onde Artur vestiu esta camisola.

Damos, assim, por terminado este assunto, esperando que nos relvados e na sociedade, sejam abolidos e por todos rejeitados quaisquer atos desta índole.

Pelo grupo:
Hugo Viana (capitão de equipa)
Márcio Mossoró (capitão de equipa)
Custódio (capitão de equipa)”

Notícias: 1ª Liga