Sp.Braga supera lucro dos três “grandes” em transferências

O Sporting de Braga é o clube da Liga portuguesa de futebol que mais lucrou nas transações de jogadores no ano de 2010, com quase 10,3 milhões de euros positivos, suplantando mesmo os três “grandes” do futebol português.

O lucro da formação minhota (10,25 milhões), referente às entradas e saídas de jogadores entre janeiro e agosto deste ano, resulta dos 10,5 milhões encaixados e dos 250 mil euros gastos em aquisições.

Após o encerramento do “mercado” de transferências, o resultado da balança de transações dos bracarenses ultrapassou mesmo os registos de FC Porto (nove milhões), Benfica (1,5 milhões negativos) e Sporting (3,8 milhões negativos).

Dos 22 atletas contratados desde 01 de janeiro, apenas o lateral direito Miguel Garcia (ex-Olhanense) e o avançado Lima (jogou no Belenenses, emprestado pelo Astral) obrigaram os bracarenses a “sacar” do livro de cheques, sendo que no restante os minhotos optaram por contratar jogadores por empréstimo ou a custo zero.

Quanto a saídas, bastou apenas a venda de três jogadores para que os “arsenalistas” obtivessem o referido lucro, sendo que a maior fatia veio de Alvalade, para onde viajaram os laterais João Pereira e Evaldo, que custaram seis milhões de euros aos “leões”.

No entanto, foi com a venda do guarda redes internacional português Eduardo, para os italianos do Génova, por 4,5 milhões, que o Sporting de Braga realizou o maior encaixe da época.

 

ENTRADAS

Jogador Clube Valor (milhões de euros)

Miguel Garcia Olhanense 0,05

Lima Astral (Bra) (a) 0,2

TOTAL: 0,25 milhões de euros.

 

SAÍDAS

Jogador Clube Valor (milhões de euros)

Eduardo Génova 4,5

João Pereira Sporting 3

Evaldo Sporting 3

Pawel Kieszek FC Porto (troca)

Mendes Rio Ave (troca)

Tiago Pinto Rio Ave (troca)

TOTAL: 10,5 milhões de euros.

 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do Novo Acordo Ortográfico ***

Foto: sxc

 

Notícias: 1ª Liga