Sporting cilindra Gil Vicente na goleada da época

6-1, o resultado mais "gordo" da I Liga até ao momento. Carriço marcou, Capel bisou e Carrilo brilho

A oitava jornada reservou para o seu final a goleada da época até ao momento: o Sporting ganhou esta noite ao Gil Vicente por expressivos 6-1, em Alvalade.

Domingos colocou no onze inicial, tal como se esperava, Insúa e Elias, enquanto Onyewu, apesar de convocado, ficou no banco de suplentes dando lugar aos habituais centrais da época passada: Daniel Carriço e Anderson Polga.

Seria pouco provável, mas foram mesmo estes dois jogadores a construir o primeiro golo do jogo. Aos sete minutos, canto do lado esquerdo, remate de Van Wolfswinkel que foi desviado, a bola sobrou para Polga, que cruzou para a cabeça de Carriço, que inaugurou o marcador.

Matías esteve em grande destaque na quinta-feira, contra o Vaslui, e manteve a titularidade (Pereirinha ficou de fora). Numa jogada de nível técnico elevado, aos 20 minutos, o chileno assistiu João Pereira, que com um chapéu tentou surpreender Adriano, que respondeu com uma grande defesa.

O Gil Vicente ia tentando chegar à baliza de Rui Patrício, mas pouco ou nada conseguia fazer na frente. Os minhotos sofreram uma contrariedade ao minuto 25: Pedro Moreira cometeu falta sobre Rinaudo e quase via o vermelho - o árbitro João Capela enganou-se no cartão; não saiu por expulsão, saiu devido a lesão contraída na mesma jogada. Guilherme entrou para o seu lugar, um jogador orientado por Domingos na época passada.

O Sporting controlava o jogo, isso era visível, mas as oportunidades de perigo eram poucas. Os livres, de Insúa e Elias, saíam muito por cima e a exceção surgiu já nos descontos da primeira parte quando, também num livre, Adriano voltou a brilhar com nova grande defesa num remate de Matías.

Gil começou melhor... e acabou goleado

Na segunda parte a equipa forasteira apareceu mais personalizada, a querer dominar o jogo e a atacar mais. No entanto, aos 54 minutos o jogo começou a virar: Halisson cometeu falta dentro da grande área sobre Wolfswinkel, que o próprio holandês converteu, naquele que foi o primeiro penálti da época para o Sporting.

A partir daí, o domínio leonino acentuou-se e os golos sucederam-se: minuto 61', João Pereira cruza, Capel de cabeça ao segundo poste faz o terceiro. O espanhol bisou três minutos depois, numa grande jogada de Carrillo, com alguns ressaltos pelo meio, que rematou e no ressalto Capel marcou novamente de cabeça. O ex-Sevilha recebeu o aplauso da noite aos 73 minutos, quando foi substituído.

Um minuto depois o golo de honra do Gil Vicente. Roberto de cabeça reduziu para 4-1, após cruzamento longo e muito bom de Luís Carlos.

Minuto 78', mais uma boa jogada individual de Carrilo, que assistiu Bojinov para o primeiro golo do búlgaro no campeonato. Bojinov ganhou o gosto e bisou na útima jogada do encontro, após (mais um) grande lance de Carrillo pela esquerda.

Fragilidade defensiva do Gil, eficácia leonina, com cinco golos só na segunda parte... Resultado final: 6-1, a maior goleada da temporada.

Notícias: 1ª Liga