Vulgar ou invulgar?

Invulgar é terem sido assinaladas três grandes penalidades a favor do Benfica. Elas existiram, serem

Regressou a bola e regressou recheada de surpresas. Surpreendentemente o Benfica não jogou grande coisa e ganhou, algo que não é normal. Invulgar é terem sido assinaladas três grandes penalidades a favor do glorioso. Elas existiram, serem assinaladas é que não é nada normal. Uma réstia de normalidade aconteceu quando o moço chamado Alex cortou o cruzamento do Emerson com a mão e nada aconteceu. Valha-nos isso…

Assim, só naquela de ser embirrante deixem-me achar surpreendente que não tenha visto por parte dos benfiquistas, da imprensa e dessa maltinha toda que fala e escreve sobre futebol um enorme escarcéu à volta do golo sofrido pelo Artur. Suspeito que se fosse um moço espanhol a papar aquele golito, seria o bom e o bonito…

E antes de começarem a me distratarem, deixem-me esclarecer que considero Artur um bom guarda-redes e que a sobriedade, calma e experiência que transmite são muito importantes para o Benfica. Isso não invalida que ache que foi mal batido no golo vimaranense. E esse golo a ser sofrido por um rapaz que este domingo, em Espanha, foi considerado o melhor em campo (até uma grande penalidade defendeu) teria sido razão para crucificação pública e capas de pasquins em barda. Trata-se de ter memória e procurar ser justo na avaliação.

A exibição não foi grande coisa e “cheira-me” que as cabecinhas dos jogadores do Benfica já estavam em modo Champions. E por falar no jogo de quarta-feira deixem-me revelar o quão estranha acho a confiança e exigência que os benfiquistas usam ao falar deste jogo.

Para muitos é um jogo para ganhar. Sim, o Benfica joga sempre para ganhar e assim deve continuar a encarar todos os jogos. Mas estão cientes que vamos jogar contra o Manchester United, certo? Provavelmente a equipa em melhor forma da Europa e que tem passeado na Premier League.

Está tudo ciente destes factos caso o Benfica perca o jogo, certo? Desconfio que não e que choverão criticas ao labrego…

Aberrante foi a vitória do FCP não ter sido conseguida à base de fruta e café com leite. Verdadeiramente anormal.

Surpreendente vitória do Sporting em Paços de Ferreira depois de estar a perder por dois golos. Deixei de seguir o jogo ao intervalo pensando que Domingos iria ter dificuldade em aguentar-se por muito mais tempo. Se houve algo invulgar foi esta vitória sportinguista.

Notícias: 1ª Liga