Futebolistas distinguem Ronaldinho como o Melhor do Mundo

Portugueses só escolhidos em PortugalO onze ideal da época 2005/2006 é segundo a eleição da FIFPro constituído do seguinte modo:Gianluigi Buffon, Fábio Cannavaro, Gianluca Zambrotta, Lilian Thuram, John Terry, Zinedine Zidane, Andrea Pirlo, Kaká, Ronaldinho, Samuel Eto'o e Thierry Henry.Uma equipa que reflecte nitidamente o desenrolar do Mundial 2006, onde Itália e França foram os dois finalistas. Entre jogadores transalpinos e gauleses só conseguem intrometer-se os craques canarinhos Kaká e Ronaldinho, além do camaronês Eto'o e do inglês do Chelsea de Mourinho John Terry.Na análise dos resultados obtidos por país, a FIFPro esclarece que Buffon, Cannavaro, Henry e Ronaldinho são incluídos na melhor equipa de todos os países, enquanto nove jogadores só são escolhidos para o 11 ideal nos seus países de origem, respectivamente Ricardo, Ricardo Carvalho e Deco em Portugal, Cicinho e Zé Roberto no Brasil, Sagnol em França, Neill na Austrália, Marquez no México, Rooney em Inglaterra e Grosso na Itália.Na eleição do Melhor Jogador do Mundo, Ronaldinho foi o mais votado em quase todas as nações, mas no Brasil o craque da canarinha perdeu a eleição para Zidane. Porventura resquícios do jogo do Mundial 2006 em que a França venceu ao Brasil por 1-0 nos quartos-de-final da prova.A FIFPro atribuiu ainda a Eto'o o Prémio de Mérito pelo seu «empenho para com África e o futebol africano» e pela «atitude inspiradora e corajosa contra o racismo no futebol», salienta-se no sítio da Internet da estrutura. O Barcelona recebe o Prémio para a Paz pelo empenho social ao ceder o espaço publicitário da sua camisola à UNICEF «em vez de o vender à proposta mais alta», justifica a FIFPro. O emblema catalão é assim inevitavelmente aplaudido em mais um reflexo da força mundial que detém.Foto: Agência LusaSusana Valente