Mundial de 2014 no Brasil já preocupa a FIFA


Mundial de 2014 no Brasil já preocupa a FIFA
«Obrigado África do Sul. Vemo-nos no Brasil.» A mensagem foi exibida no ecrã do Estádio Soccer City, após a vitória da Espanha
sobre a Holanda, na final do Mundial da África do Sul e a FIFA já vai pensando nas muitas preocupações que a organização do próximo
Campeonato do Mundo, no Brasil, promete dar.




«Vamos ter muito trabalho», é o desabafo do secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, sublinhando que é preciso «construir estádios,
estradas, aeroportos
» e «pensar em comunicação, hospedagem». «Não quero saber de problemas, mas de soluções», é a reacção
de Joseph Blatter, presidente da FIFA.

Um dos problemas que se tem registado com a organização do Mundial no Brasil é a escolha dos Estádios que vão acolher a prova. Para já a
FIFA chumbou o Estádio Morumbi, em São Paulo, por falta de garantias financeiras para a remodelação do recinto que é um dos maiores
do país. Aquela que é a cidade com mais habitantes do Brasil não tem assim qualquer estádio definido para o Mundial.

Há ainda muito que fazer no âmbito das infra-estruturas, nomeadamente quanto à lotação dos Aeroportos. A Infraero, empresa estatal brasileira
que administra o sector, já prometeu investimentos avultados para evitar dificuldades neste campo.

À parte tudo isto há as questões da violência e da insegurança, problemas que de resto eram apontados também antes do Mundial da África
do Sul
e que acabaram por ficar adormecidos durante o torneio.


Foto: wikimedia