Brasil única Selecção sul-americana a vencer Mundial na Europa


Brasil única Selecção sul-americana a vencer Mundial na Europa
O Brasil surge unanimemente como a Selecção favorita para o Mundial da Alemanha. O "futebol samba" canarinho encanta o olhar e tem dado frutos com cinco títulos mundiais, o último dos quais na edição anterior da prova, em 2002, no torneio organizado em parceria por Japão e Coreia do Sul. De resto o Brasil foi a única Selecção americana a vencer a Taça Jules Rimet no Velho Continente, sendo que nenhuma formação europeia a venceu do outro lado do Atlântico. No cômputo geral dos títulos, os sul-americanos venceram nove Mundiais, enquanto os europeus ganharam oito títulos.


O Brasil veio por uma única vez à Europa vencer um Mundial, foi em 1958 na Suécia em final contra a equipa da casa que a canarinha venceu por 5-2 com Pelé a bisar e Zagallo, actual director técnico da Selecção brasileira, a marcar também. Foi a primeira Taça do Mundo do Brasil que entretanto já conquistou mais quatro títulos: em 1962 no Chile em final com a Checoslováquia (3-1); em 1970 no México após derrotar a Itália por 4-1; em 1994 nos Estados Unidos da América com mais um triunfo sobre os italianos, desta feita nas grandes penalidades com um resultado final de 3-2 após empate a zero no jogo corrido; e finalmente em 2002, no Coreia/Japão, ganhando à Alemanha na final por 2-0.

No total os sul-americanos venceram nove Mundiais, cinco do Brasil, dois do Uruguai e mais dois da Argentina, sendo que oito deles resultaram de provas organizadas no Novo Continente. Quanto aos europeus ganharam oito títulos, três da Itália, três da Alemanha, um de Inglaterra e um da França, sendo que neste caso todos foram organizados no Velho Continente.


A Europa vence por outro lado em termos de participações nos Campeonatos do Mundo, somando um total de 192 presenças contra 93 presenças das equipas do continente americano.
Na Alemanha teremos essa predominância europeia com 14 Selecções e apenas oito equipas americanas.
Quanto ao resto do mundo, marcam presença no torneio de 2006 cinco equipas africanas, quatro asiáticas e a Austrália em representação da Oceania. A participação de equipas de fora da América e da Europa também tem sido modesta nas 17 edições anteriores do Torneio, tendo a Coreia do Sul, em 2002, obtido a melhor classificação de sempre de uma Selecção de fora daqueles dois continentes, chegando às meias-finais. Pode ser que na Alemanha a história, contra as estatísticas e a mais-valia global das equipas, traga nova surpresa...