Gil acusa Belenenses de querer branquear política desastrosa

O líder dos gilistas critica ainda o facto de a queixa do Belenenses surgir
«depois de acabar o campeonato», realçando que como «não conseguiram
nas quatro linhas
ficar na primeira Liga» os de Belém pretendem agora «enganar a
opinião pública e os próprios sócios».
Quanto à actuação do Gil Vicente, António Fiúza refere que o clube agiu
«perante a lei» no que se refere a Mateus, realçando que por isso os
gilistas estão «tranquilos». O dirigente faz ainda questão de notar que a formação de Barcelos procedeu sempre «em consonância com a Liga e a Federação».