Pequim 2008: Nelson Évora recebe medalha amanhã às 13h00 portuguesas


Pequim 2008: Nelson Évora recebe medalha amanhã às 13h00 portuguesas
O atleta português Nelson Évora recebe amanhã às 20h00 horas de Pequim (13h00 de Lisboa) a medalha de Ouro conquistada hoje na prova de triplo salto dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Os nomes das individualidades que vão entregar as medalhas aos três atletas que chegaram ao pódio ainda não são conhecidos. À saída da pista do Estádio Olímpico de Pequim, conhecido como o "Ninho de Pássaro", o atleta português confessou ser «bom poder dar esta alegria ao povo português e tirar esse drama que fizeram de toda a equipa, de estar a ser uma péssima prestação de todos e que vieram para aqui passear».



«Fiquei triste quando fizeram esse tipo de ataques à nossa equipa porque essas críticas muito duras de fora acabaram por abater a equipa. Nós unimo-nos e esta medalha é um pouco o reflexo do que aconteceu nestes Jogos Olímpicos», acrescentou o campeão olímpico de 24 anos, citado pela Lusa.

«Todo o atleta sonha [com um triunfo olímpico]. Eu comecei talvez a sonhar há uns seis anos atrás, quando comecei a ver que poderia ter uma boa carreira, e a apostar mais no atletismo», disse Nélson Évora.

Évora, atleta do Benfica nascido na Costa Do Marfim, dedicou esta medalha a todos os portugueses e à sua família, em especial ao pai, que recupera de um problema de saúde.

«Ainda não posso acreditar que ganhei esta competição. Tudo foi tão rápido. Foi um sonho para mim, mas vou persistir nos meus esforços para alcançar melhores resultados no futuro. Acho que o conseguirei fazer», disse Évora, em conferência de imprensa.

O recém-coroado campeão olímpico português, que passa a fazer companhia a Carlos Lopes, Rosa Mota e Fernanda Ribeiro, considerou que estar em tal galeria de heróis «é um orgulho imenso».

«Ainda não tive tempo para reflectir no que se passou, aconteceu tudo muito depressa, ainda vou ter de me habituar à ideia que sou campeão olímpico», disse.

Nélson Évora apontou também mal saiu do estádio novos objectivos, ele que é já também campeão do mundo. «O que me falta agora é ser agora campeão da Europa. Sou muito novo, tenho que começar a pensar em marcas, porque os títulos já foram atingidos. Mas quero continuar a conquistá-los», afirmou.


Fotos: Lusa