Portugal vence Cabo Verde com 3 golos de Pauleta

No melhorado Estádio do Lusitano de Évora a equipa portuguesa apontou um golo logo ao primeiro minuto do jogo por intermédio de Pauleta. A vantagem conseguida tão cedo deu à equipa lusa a ilusão da facilidade e depois disso, perante alguma apatia das estrelas das quinas, os caboverdianos protagonizaram vários lances de perigo e chegaram mesmo ao empate com um auto-golo de Fernando Meira após cruzamento de Cafú (17´). Com a grande maioria dos atletas a alinharem em clubes portugueses, a Selecção da Ilha abordou a partida de peito aberto contribuindo, tal como os adeptos caboverdianos e portugueses presentes nas bancadas, para a festa da lusofonia e do futebol.Portugal conseguiu colocar-se de novo em vantagem ainda no primeiro tempo com mais um golo de Pauleta aos 34 minutos. E foi assim que a partida parou para o intervalo, tendo alinhado no primeiro tempo no onze das quinas os seguintes atletas: Ricardo, Miguel, Ricardo Carvalho, Fernando Meira, Marco Caneira, Petit, Maniche, Deco, Figo, Cristiano Ronaldo e Pauleta.À entrada para a segunda metade, o seleccionador Luiz Felipe Scolari fez entrar Paulo Ferreira, Costinha, Hugo Viana e Simão, saindo Caneira, Maniche, Deco e Figo. E o terceiro golo de Portugal no encontro não demorou muito a sair, com Petit a rematar de longe para o fundo das redes caboverdianas aos 59 minutos. O jogo pendia então para o lado de Portugal que dominava com mais evidência a partida.Scolari ainda fez entrar Hélder Postiga aos 61 minutos, saindo Cristiano Ronaldo que instantes antes havia protagonizado uma dura entrada sobre um adversário, e também Tiago que substituiu Petit.O quarto golo português surgiu com naturalidade aos 81 minutos e tem a assinatura do "ciclone dos Açores" que já soma 46 golos ao serviço da equipa das quinas.De notar que para esta partida não foram opção Nuno Gomes e Boa Morte, que estão na fase terminal de recuperação de lesões, nem Nuno Valente que foi dispensado da equipa devido à morte de um familiar.Foto: Agência LusaSusana Valente