Benfica admite erro na avaliação da lesão de Rui Costa


Benfica admite erro na avaliação da lesão de Rui Costa
Afinal Rui Costa deverá ficar afastado dos relvados entre 4 a 6 semanas, o que poderá excluir o médio do jogo com o Porto da jornada 8. O Benfica anuncia em comunicado que a recuperação do atleta vai «implicar uma paragem mais prolongada, necessária ao seu correcto tratamento». O clube da Luz esclarece que «as ecografias efectuadas não valorizaram adequadamente» a situação clínica do médio, admitindo assim que houve um erro de diagnóstico quanto à lesão do jogador.


O Benfica nota que após o encontro com o Aves, no qual Rui Costa regressou à competição depois de paragem de cerca de um mês, o jogador «continuou com queixas no local da lesão a que esteve a ser tratado». Os exames médicos efectuados então - «ecografia muscular e ressonância magnética», segundo refere o Benfica -, revelaram «rotura muscular no músculo bicipete crural da coxa direita», afiança o departamento médico da Luz, sublinhando que contrariaram assim os primeiros diagnósticos que apontavam para um edema.
No mesmo texto o Benfica faz questão de sublinhar «o espírito de sacríficio do jogador», evidenciando que não existem «na sua história clínica episódios anteriores de lesões musculares».
Rui Costa lesionou-se a 22 de Agosto aquando do jogo da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões frente ao Áustria de Viena, tendo depois defrontado o Boavista no Bessa a 9 de Setembro. Logo depois desse jogo ficou em recuperação voltando aos relvados no passado domingo, dia 1 de Outubro, quando jogou a segunda parte frente ao Aves.

Notícias: Benfica