Benfica: Segurar Gaitán com cláusula de 50 milhões

SAD da Luz equaciona renovação para travar assédio de clubes como Manchester United, Inter e PSG.

O Benfica está a estudar a renovação de contrato de Nicolas Gaitán de modo a aumentar a cláusula de rescisão do jogador para 50 milhões de euros. É o que garante o Correio da Manhã, salientando que o prolongamento do vínculo representará para o jogador um aumento de 400 mil euros por ano no seu salário.

A mesma publicação evidencia que "Gaitán aufere uma verba na ordem de 1,1 milhões de euros/ano", sendo que em caso de renovação poderá passar a ganhar 1,5 milhões, de acordo com a mesma fonte. O argentino passaria assim a estar entre os jogadores mais bem pagos do plantel, a par de Pablo Aimar, Garay, Luisão, Saviola e Javi García.

A SAD encarnada está interessada em travar o assédio de grandes clubes europeus a Gaitán. O jogador já foi associado a Manchester United, Inter de Milão e Paris Saint-Germain e o seu empresário admitiu que há vários emblemas atentos.


Gaitán tem contrato com o Benfica até 2015 com uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros. O seu passo custou 8,4 milhões de euros em 2010.

Notícias: Benfica