Benfica sofre mas passa no exame de Coimbra

Gimenez entra para dar a vitória ás águias

O Benfica venceu a Académica na 29ª jornada da I Liga e segurou a liderança deixando os homens de Filipe Gouveia no penúltimo lugar.

Uma muralha ultradefensiva foi a estratégia adoptada pela Académica, sempre bastante compacta, muitas vezes com os 11 homens atrás da linha da bola e tapando muito bem todos os espaços possíveis,

O Benfica sentiu dificuldades em abrir a defesa, apesar de uma posse de bola avassaladora não encontrava espaços para entrar e criar perigo á briosa e acabaria por sofrer um balde de água fria após corte de bola deficiente de Eliseu. O golo agitou o Benfica e o empate estava reposto pouco depois. Mitroglou não desperdiçou um cruzamento com conta e medida de Pizzi.

Ainda se festejava o empate e Pizzi falhava a reviravolta. Depois de ultrapassar o guarda-redes Trigueira e… pisou a bola. Já se gritava golo, mas Pizzi, atrapalhado, atirou ao lado.

O Benfica ia subindo de rendimento e o domínio era mais que evidente com 76% de posse de bola para os ‘encarnados’.

Na segunda parte Trigueira foi evitando o golo, mas não evitou Raúl Jiménez. O mexicano saiu do banco e, aos 84 minutos, consumou a reviravolta ‘encarnada’.

Vitória justa, mas (muito) sofrida do Benfica em Coimbra. A cinco jogos do final do campeonato, os homens da Luz seguram a liderança e aumentam, à condição, para cinco pontos a vantagem para o Sporting, que esta noite recebe o Marítimo.

Onze do Benfica: Ederson; André Almeida, Jardel, Lindelof, Eliseu; Samaris, Renato Sanches, Pizzi, Gaitán; Jonas e Mitroglou.

Onze da Académica: Trigueira; Nii Plange, Iago, J Real, Rafa; Nascimento, Piloto; Marinho, Pedro Nuno, Rafael; Rabiola.

Notícias: Benfica