Coentrão diz que assinaria contrato vitalício com Benfica

Lateral dos encarnados sublinhou que ficaria para sempre na Luz, se fosse essa a vontade do clube. E

Fábio Coentrão garantiu esta sexta-feira que assinaria de imediato um contrato vitalício com o Benfica se fosse essa a vontade do presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira.

“Se o presidente metesse aqui um contrato vitalício... assinava já”, disse o lateral, em conferência de imprensa, no Seixal. As declarações de Fábio Coentrão surgiram depois de ser questionado sobre uma possível saída do clube.

“Não posso dizer que quero sair, pois se o dissesse estava a ser injusto, já que o clube deu-me a mão e continua a ajudar-me”, frisou o jogador do Benfica. “Estou num grande clube e quero continuar aqui no Benfica. Amo o Benfica e sou feliz aqui”, finalizou.

 

"Defender os três pontos até à morte"

Na mesma ocasião, Coentrão prometeu que o Benfica vai dar “o que tem e o que não tem” para impedir o FC Porto de se sagrar campeão na Luz, no domingo. Até porque o Benfica tem o orgulho ferido.

“Queremos dar uma alegria aos adeptos do Benfica. O nosso orgulho ainda está ferido pela derrota por 5-0 com o FC Porto, apesar de, depois, termos vencido por 2-0. Este é o jogo ideal para mostrarmos aos adeptos que foi um acidente. Se possível, ganhar queremos ganhar por dois ou por três”, afirmou.

O internacional português garantiu que o Benfica vai dar tudo para impedir a festa do título do rival no seu estádio e salientou que o grupo vai “defender os três pontos até à morte”.

“Vamos impedir o FC Porto de vir aqui conquistar os três pontos. Todos sabemos que se ganhar é campeão e nós temos o nosso orgulho. Vamos ter todos os jogadores do Benfica a dar tudo o que têm e temos que ir buscar também o que não temos para que o FC Porto não festeja aqui o título”, disse.

Fábio Coentrão referiu que o Benfica pratica “muito melhor futebol” do que o FC Porto e explicou que, apesar de os jogadores terem estado ao serviço das seleções, as duas equipas partem para o clássico na mesma situação.

“Os jogadores FC Porto também estiveram nas seleções e prepararam o jogo da mesma maneira, mas faz parte da nossa vida ter as seleções pelo meio. Aproveitámos estes três dias para trabalhar como temos feito sempre”, disse.

Especial Benfica-FC Porto:

Notícias: Benfica