Coentrão: "Sou do Real Madrid desde pequeno"

Leia algumas revelações surpreendentes do lateral (ainda) do Benfica ao jornal espanhol As.

Fábio Coentrão deu esta terça-feira uma longa entrevista ao jornal espanhol As, em que diz que está de alma e coração no Real Madrid. Entre várias revelações, diz sofrer pelo clube da capital espanhola desde pequeno e que no jogo da seleção, no sábado, não foi o mesmo Coentrão por estar com a cabeça noutro sítio…

Leia o que Rui Santos, comentador do Relvado, pensa sobre o assunto:

Nervoso na seleção
“Custou-me muito estar em campo com Portugal. Quem viu o jogo notava que não era o verdadeiro Coentrão. Sentia algo forte dentro de mim, que me impedia de ser eu. Mas é normal!”, disse o jogador, questionado sobre como tem vivido os últimos dias.

Ainda a propósito do Portugal-Noruega, Coentrão reconhece que o entendimento com Cristiano Ronaldo não foi o ideal. Mas tem uma explicação: “Não foi uma demonstração do que poderíamos fazer. Estava nervoso, sendo jogador do Benfica mas a um passo do Real Madrid. Estava um pouco atormentado… Mas não é fácil para ninguém atuar com o melhor jogador do Mundo. Joguei com bons jogadores no Benfica, mas agora ter a possibilidade de fazê-lo com os melhores do Mundo em Madrid… Vou aprender muito e serei um jogador melhor dentro de dois ou três anos”.

Pressão por “acabar contrato” com o Benfica
O jornalista do As perguntou a Fábio se estaria preparado para lidar com a pressão em Madrid. A resposta foi direta. “Pressão estou a sentir agora, por ter de terminar um contrato com o Benfica. Depois, estando no Real Madrid, com o melhor treinador do Mundo e os melhores jogadores… Por que irei sentir pressão? Será fácil jogar”, explicou.

O jornal quis também saber se o Benfica se está a “portar-se mal” com Coentrão. “Isso já é com o (Jorge) Mendes. Tenho uma boa relação com Vieira, o Benfica está no meu coração. Tentaram que ficasse, claro, mas a minha decisão está tomada. Tenho gratidão para com o Benfica, mas o Benfica também tem de estar agradecido”.

Fábio disse há pouco tempo que só sairia do Benfica para o Real Madrid. “Quando digo isto é porque sinto muita pressão… Olhe, tenho uma coisa boa: digo as coisas como me saem do coração. Sei que há outros clubes muito interessados, mas eu quero ir para o Real Madrid de coração. Digo para mim mesmo: ‘É o que quero e tem de ser, e vai ser…’, justificou.

Do Real desde pequeno
“De que equipa eras em pequeno?”, quis saber o jornalista espanhol. “Do Real Madrid...”, respondeu. “Não acredito! Nascido para o Real Madrid?”, disse, incrédulo, o jornalista. “Sempre gostei. Sempre quis vestir essa camisola”, respondeu o lateral.

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

 

Notícias: Benfica