Defesas marcam e Benfica vence em Arouca

Semedo e Lisandro marcaram, antes de a equipa da casa reduzir.

O Benfica conseguiu a terceira vitória no campeonato, nesta sexta-feira. Em Arouca o campeão nacional venceu com um resultado apertado, por 1-2, na estreia de Rafa - que foi titular, protagonista indireto (e involuntário) no golo de Arouca e saiu lesionado. Os defesas do Benfica foram essenciais nos golos.

O primeiro quarto de hora foi fechado, pouco agradável. Até que o primeiro golo do Benfica acordou os espectadores. Um ressalto feliz permitiu a Nélson Semedo inaugurar o marcador. Os visitantes também acordaram e a partir daí, até ao intervalo, sucederam-se as oportunidades de golo: Rafa, Gonçalo Guedes e Pizzi deixaram diversas ameaças sérias. O Arouca, por vezes, parecia que não sabia o que fazer em campo; perdeu a luta pelo meio-campo e poderia estar a perder por mais golos no descanso.

O segundo golo surgiu no arranque da segunda parte - canto de Grimaldo e cabeça certeira de Lisandro. No entanto, pouco depois Zequinha cruzou e, também nos ares, Walter González reduziu; este momento foi repleto de protestos porque, segundos antes, Rafa sofreu um encosto nas costas, na área contrária, mas o árbitro não assinalou grande penalidade. O Benfica tremeu um pouco e o Arouca animou-se com este golo. Artur e André Santos tentaram, sem sucesso. Aos poucos os lisboetas foram acalmando o adversário, cujo ímpeto abrandou, e voltaram a controlar o jogo. Mais perto do final Carrillo esteve duas vezes perto do 1-3. E houve tempo para a estreia de José Gomes, aos 17 anos.

Notícias: Benfica