Jesus: “Não tentei agredir ninguém”

Treinador do Benfica pronunciou-se sobre o caso que o levou a ser constituído arguido.

Jorge Jesus comentou esta terça-feira à noite os incidentes ocorridos no final do jogo entre o Vitória de Guimarães e o Benfica, no passado domingo. Recorde-se que o treinador dos encarnados foi hoje constituído arguido pela justiça e, paralelamente, foi aberto um inquérito disciplinar pela FPF.

“Não agredi ninguém, não tentei agredir ninguém. Tudo o que fiz foi a pensar no adepto que tinha feito 600 ou 700 quilómetros para nos apoiar ali. Tentei sempre serenar os ânimos”, justificou Jorge Jesus à Benfica TV.

“Depois do jogo quisemos partilhar a vitória com os nossos adeptos. Fomos direitos à bancada e alguns adeptos entraram dentro de campo. Tentei dizer para terem calma e vejo um adepto a ser agarrado. Tentei ajudar o miúdo, pedi para o largarem. A minha ideia foi sempre ajudar. Não agredi ninguém, isso nunca me passou pela cabeça. Como cidadão e como treinador nunca tive problemas com a autoridade. Se exagerei na tentativa de ajudar os adeptos, só posso é pedir desculpa às autoridades”, acrescentou o técnico, que diz estar “tranquilo” com as possíveis consequência dos seus atos.

Notícias: Benfica