Jorge Jesus: "Tirar um jogador da Europa não é tirar um jogador da equipa"

Treinador do Benfica falou sobre Cortez, Djuricic, Cardozo e elogiou o Paços de Ferreira.

O Benfica vai defrontar no próximo sábado, a partir das 18h15, o Paços de Ferreira, uma equipa que "vale mais do que os pontos que tem neste momento" na classificação. "Assim como o Benfica", analisou Jorge Jesus.

"Julgo que os pontos que temos nesta altura não refletem o nosso valor, por isso precisamos de conquistar os três pontos", afirmou o treinador do Benfica em conferência de imprensa realizada nesta quinta-feira.

Jesus considerou que tem um "plantel mais equilibrado, pois a quantidade de opções dá garantias e estabilidade", mas admitiu que "é subjetivo" dizer que a turma da Luz está mais forte nesta época: "Isso só poderemos afirmar no final da época em função dos resultados".

Casos individuais - Bruno Cortez não vai defrontar o Paços de Ferreira na Luz porque não está em condições físicas para entrar em campo. "Se estivesse bom, Cortez jogava com o Paços de Ferreira", disse o técnico, antes de falar sobre a exclusão do lateral-esquerdo da Liga dos Campeões.

"O grande objectivo do Benfica é o campeonato. Que eu saiba, o Cortez não deixou de ser inscrito nas competições nacionais. Quando por vezes se deixa um jogador fora da Liga dos Campeões, parece que se está a tirar o jogador da equipa, mas não. Só se podem escrever 17 estrangeiros e temos que fazer escolhas. Optei por excluir o Cortez, porque tenho o Siqueira, o Sílvio e ainda o André Almeida", justificou o treinador português.

Filip Djuricic confessou estar surpreendido por jogar pouco no Benfica. Primeiro Jesus avisou que "não foi isso que o jogador respondeu" em conversa com os jornalistas sérvios, mas depois acrescentou: "Todos os jogadores que vêm para o Benfica vêm com ilusão de jogar. O plantel tem sempre muita qualidade e é só o sétimo clube no ranking da Europa. Não é fácil qualquer jogador chegar e impôr-se. Quando os jogadores são contratados, vêm para fazer parte do plantel e depois podem ser escolhidos para o onze".

Sobre Óscar Cardozo, Jorge Jesus limitou-se a dizer que "é natural que, após mais duas semanas de treino, Cardozo esteja melhor. Hoje tem que estar melhor do que há duas ou três semanas" - mas não revelou se o paraguaio será titular daqui a dois dias.

Notícias: Benfica