Meus amigos, expliquem-me bem explicadinho!

É certo e sabido que o Porto é um campeão de vendas e, aliado a esse factor, soma os sucessos desportivos e os significativos encaixes financeiros resultantes da sua participação na Liga dos Campeões. Mediante todo o sucesso desportivo da turma das Antas, vê-se na obrigação de vender anualmente alguns dos seus activos para equilibrar as suas finanças e ter estabilidade. Já o Benfica, este ano não consegue fazer encaixe algum com a venda de um jogador, gasta balúrdios de dinheiro em contratações, a par dos dois últimos anos, onde não obteve qualquer sucesso desportivo, sabe-se que tem uma dívida astronómica no seu passivo, e ainda assim faz e continua a fazer uma gestão acima das suas possibilidades! Como é que este cenário é possível?! Será pelas receitas de público nos jogos? Não poderá ser, pois o Porto tem uma média igual ou superior ao Benfica nas assistências!De onde virá tanto dinheiro sem retorno para as aquisições anuais do Benfica? Qual deverá ser o buraco financeiro do clube que deixa Luís Filipe Vieira em sobressalto nestas eleições, fazendo tudo por tudo para não perder o lugar? Estará ele a tentar proteger uma verdade caótica financeira? Ou será que descobriram petróleo no meio do relvado da Luz?!
Sartor

Notícias: Benfica