Rui Gomes da Silva responde ao FC Porto

"Presidente do Zenit confirmou a minha versão", disse o vice-presidente do Benfica.

Nova troca de palavras entre Benfica e FC Porto, mais uma vez através de Rui Gomes da Silva.

O vice-presidente do emblema da Luz havia sugerido, na segunda-feira, que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) deveria pedir ao FC Porto o contrato de venda do Hulk.

Em comunicado, os portistas negaram qualquer discrepância e e sugeriram que o contrato de venda de Witsel, também para o Zenit, fosse igualmente divulgado publicamente.

Agora Rui Gomes da Silva respondeu, afirmando que o presidente do Zenit lhe deu razão ao afirmar que os russos apenas pagaram 40 milhões de euros por Hulk.

"Em segundo lugar, nunca negociei nenhum contrato, não conheço nenhum agente de jogadores de futebol e nunca assinei nenhum contrato enquanto administrador da SAD, onde nunca tive vencimento, nem ajudas de custo", disse o dirigente do Benfica nesta quarta-feira, à margem da oficialização da construção da Casa do Futebol.

E ainda: "Não tenho nenhum filho, cunhado nem irmão que são agentes de jogadores de futebol. E tenho dito".

Rui Gomes da Silva lamentou ainda que a venda de Hulk tenha sido "ofuscada e enxovalhada" por uma venda que o Benfica realizou no mesmo dia em relação ao mesmo clube de um jogador "que custou um terço ou um quarto que custou um jogador de um outro clube e que foi vendido ao mesmo preço. Lamento, é a vida".

Notícias: Benfica