Santos pede concentração e determinação frente ao Celtic


Santos pede concentração e determinação frente ao Celtic
«Um Benfica com grande concentração, alegria e confiança», é o que o treinador Fernando Santos vaticina para o decisivo jogo de quarta-feira (19:45H, SportTV2) frente ao Celtic de Glasgow. A partida é de extrema importância para a equipa portuguesa no Grupo F da Liga dos Campeões e só a vitória interessa às águias no sonho de seguir para os oitavos-de-final. «Vamos conseguir vencer o jogo, ficando mais perto do objectivo de chegar à próxima fase», confia o técnico da Luz, prometendo «uma equipa de ataque, capaz de impor o jogo, determinada, concentrada para evitar que o adversário crie situações» de golo. Na antecipação do encontro com os escoceses, o técnico da Luz aborda ainda a lesão do portista Anderson considerando que é «absurdo colocarem intencionalidade à acção» de Katsouranis.


Triste com lesão de Anderson

Com o Celtic no horizonte, é o clássico com o Porto de sábado passado que continua a dar que falar e Fernando Santos confessa que «como amante de futebol» ficou «triste» com a lesão de Anderson, justificando que «é sempre bom para o espectáculo ter os grandes jogadores em condições» e deixando o desejo de que o jovem brasileiro «recupere rapidamente». Mas sobre o lance em que os dragões acusam Katsouranis de ter deliberadamente atingido o médio brasileiro o técnico da Luz nota que é uma mera «tentativa de jogar a bola» e que é uma jogada típica «que muita gente pratica». Na defesa do atleta que contratou neste defeso, Fernando Santos releva que Katsouranis «é conhecido pelo seu fair-play» e que «nunca viu um cartão vermelho na sua carreira, excepto quando jogava no Patra e viu um duplo amarelo, de forma intencional, para não jogar no jogo seguinte e cumprir castigo», conta.
Já com a cabeça concentrada plenamente no Celtic, Fernando Santos constata que o Benfica para vencer tem que «atacar» e impor «a dinâmica ofensiva» que tem apresentado nos últimos jogos, «onde marcamos 13 ou 14 golos», nota o treinador, frisando que os encarnados estão «cada vez melhores». Sobre o avançado Miccoli o técnico refere que «existe a grande possibilidade de ele jogar» depois de ter falhado o clássico por castigo e de ter apresentado uma amigdalite. O italiano é a grande novidade da convocatória encarnada devendo fazer dupla com Nuno Gomes no ataque das águias. De fora dos planos de Fernando Santos estão Manú, por opção técnica, e Karagounis e Rui Costa que continuam lesionados.
A lista de convocados do Benfica é a seguinte:
Quim e Moretto; Luisão, Anderson, Ricardo Rocha, Alcides, Nelson, Léo e Miguelito; Petit, Katsouranis, Beto, Nuno Assis, Karyaka, Paulo Jorge e Simão; Mantorras, Fonseca, Miccoli e Nuno Gomes.

Celtic espera manter boas recordações de Lisboa

O Celtic chegou nesta terça-feira a Lisboa, cidade que representa para os escoceses a boa recordação da conquista da Liga dos Campeões em 1967. O treinador Gordon Strachan destaca esse acontecimento que eternizou os chamados "Leões de Lisboa" e revela que a sua equipa está «muito optimista» para o jogo. O Celtic pretende «tentar aproveitar ao máximo», denota
Strachan, frisando que espera tirar partido da necessidade encarnada de vencer o jogo. Sobre o apoio dos adeptos ao Benfica, o técnico constata que o Celtic está habituado a jogar «em ambientes adversos», concluindo que «a pressão não vai afectar-nos», conforme afiança.
Para a partida na Luz o Celtic tem o defesa Paul Telfer recuperado depois de lesão num pé, enquanto o avançado Vennegoor of Hesselink e o médio Thomas Gravesen são "baixas" por lesão.
O jogo será dirigido pelo grego Kyros Vassaras.

Foto: Agência Lusa

Notícias: Benfica