Sporting elimina Benfica na Taça de Portugal

Leões venceram por 2-1 após prolongamento, num jogo muito intenso.

O Sporting eliminou este sábado o Benfica na quarta eliminatória da Taça de Portugal. Os leões venceram por 2-1 em Alvalade, após prolongamento, com golos de Adrien e Slimani, tendo Mitroglou marcado para os encarnados. Esta foi a terceira vitória do Sporting sobre o rival no terceiro jogo entre as duas equipas esta temporada – e, mais uma vez, mostrou ser superior, embora este tenha sido o dérbi mais equilibrado dos três.

O jogo foi muito emotivo e disputado do primeiro ao último minuto. O ritmo elevado começou logo de início, com as duas equipas a entrarem com todo o gás. Slimani acertou no poste aos 5 minutos mas foi o Benfica a festejar primeiro, no minuto seguinte. Gaitán fez um passe teleguiado para Pizzi, que assistiu Mitroglou para o primeiro golo da partida.

O Benfica entusiasmou-se com o golo e controlou as operações na primeira meia-hora, aproveitando alguns espaços concedidos pelo Sporting no meio-campo. Pouco a pouco, no entanto, os leões foram criando perigo e chegaram ao empate em cima do intervalo, numa jogada confusa. Luisão e Jefferson saltaram à bola, o argelino parece perder a noção da sua posição mas consegue cruzar para a área, antecipando-se a Júlio César. Montero cabeceou e a bola sobrou para Adrien, que empatou com um remate muito bem colocado.

Se a primeira parte foi animada a segunda foi jogada a um ritmo diabólico. Jesus mexeu ao intervalo, deixando nos balneários o inoperante Montero por troca com Gelson, e colocando João Mário no meio, e o Sporting apareceu com outra dinâmica e muito mais perigoso. Rui Vitória sentiu o perigo. Reforçou o centro do terreno, com André Almeida, e voltou a estancar a avalanche ofensiva da equipa da casa.

O jogo estava equilibrado e adivinhava-se o prolongamento. Ainda assim, o Sporting esteve mais perto do 2-1, quando aos 87’ Slimani obrigou Júlio César à defesa da noite.

No prolongamento, veio ao de cima a maior capacidade ofensiva do Sporting. Com as duas equipas a acusarem o esforço físico e mental, foi preciso esperar pelos 113 minutos para o jogo ficar decisivo. Mais uma vez com Adrien e Slimani em destaque. O português rematou de fora da área, Júlio César defendeu para a frente e Slimani não falhou na recarga. Estava desfeito o empate.

Já perto do fim, Luisão caiu na grande área leonina e fraturou um braço. O lance mereceu muitos protestos do Benfica, com Samaris a ser expulso. O lance foi difícil de ajuizar pelo árbitro Jorge Sousa, como muitos que aconteceram ao longo dos 120 minutos.

Equipas:
Sporting – Rui Patrício; João Pereira, Paulo Oliveira, Ewerton (Tobias, 100’) e Jefferson (Esgaio, 93’); William, Adrien, João Mário e Bryan Ruiz; Montero (Gelson, 46’) e Slimani.
Suplentes: Marcelo, Esgaio, Tobias, Aquilani, Gelson, Matheus e Téo Gutiérrez.

Benfica - Julio César; Sílvio, Luisão, Jardel e Eliseu; Samaris, Pizzi (André Almeida, 62’) e Talisca; Gonçalo Guedes (Jonas, 105’), Mitroglou (Jiménez, 95’) e Gaitán.
Suplentes: Elderson, Lisandro, André Almeida, Renato Sanches, Carcela, Jiménez e Jonas.

Notícias: Benfica