Vieira: assumam que há corrupção no futebol português


Vieira: assumam que há corrupção no futebol português
Luís Filipe Vieira volta a falar do "Apito Dourado" e deixa um apelo aos restantes responsáveis do futebol luso para que assumam «claramente» que «há corrupção no futebol português». Durante o almoço de Natal do Benfica, o presidente dos encarnados lamentou que é «gravíssimo o que se passou e o que se continua a passar no futebol português». Vieira diz que entregou a Gilberto Madaíl, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, «dois documentos que são um verdadeiro escândalo», argumentando que depois de os ler «ficar impávido e sereno numa secretária é gravíssimo». A Madaíl o líder das águias sugere assim que «não pode proteger determinado tipo de amigos».


«Se ele for eleito tem que defender o futebol e não proteger determinado tipo de amigos». Palavras de Vieira com Madaíl como destinatário quando estão agendadas eleições para a presidência da FPF para o próximo dia 6 de Janeiro. Madaíl é o único candidato e vai ser reeleito e o presidente das águias conta que o líder federativo aja em nome da transparência do futebol português.
Vieira diz que ficou «triste» por Madaíl ter notado que «não está nas mãos dele» "limpar" a imagem do desporto-rei luso e deixa um recado ao presidente da FPF. «Ele para ser presidente depende das Associações, mas era preferível não ter o apoio de algumas», aponta o dirigente do Benfica que sobre os documentos que cita refere que «estamos a falar de jogos em juniores».
O presidente do emblema da Luz congratula-se ainda com a nomeação de Maria José Morgado para liderar a equipa que investiga o "Apito Dourado" e refere a convicção de que «no próximo ano vamos ter grandes novidades» no âmbito do caso.

Foto: Agência Lusa

Notícias: Benfica