Vitória encarnada com sabor a Lima

Benfica vence 3-1 em Arouca e mantém distância para FC Porto.

O SL Benfica, com o regresso de Júlio César a titular, foi esta tarde vencer ao terreno do Arouca, num campo dificil pelas dimensões do campo e entrega dos da casa.
E foram os da casa que inauguraram o marcador aos 7 minutos por Iuri Medeiros, num golo de belo efeito ao deixar Eliseu de olhos trocados. O golo foi fruto de um dos vários contra-ataques do Arouca, que o campeão teve dificuldades de parar.

A primeira parte foi sempre mais do mesmo, com o Arouca sempre a demonstrar excelente atitude, e o Benfica sem acerto nos passes e sem conseguir criar muito perigo à baliza de Goicoechea. Pizzi teve alguns livres para criar perigo mas a bola voou sempre para a bancada.

David Simão vê o cartão amarelo aos 22 minutos, com tempo ainda de Nelsinho ver o quinto amarelo da época aos 42' e garantir ausência contra o FC Porto. Artur também viu o amarelo aos 44' após falta sobre Salvio sem bola.

Alarmado pelo resultado e exibição do Benfica, Jorge Jesus lança Talisca para o lugar de Samaris logo no reactar da 2ª parte. E foram precisos 6 minutos de jogo para Jonas empatar a partida, num lance caricato, em que o guarda-redes Goicoechea chuta contra a cabeça de Lima, que de forma involuntária assiste Jonas para o golo sem oposição. Foram precisos apenas mais 5 minutos para Lima colocar o Benfica em vantagem ao fazer o 2-1 num remate já dentro da pequena área.

Aos 59 minutos o Benfica reclama penalti por mão de Balliu dentro da área arouquense, mas o árbitro Vasco Santos manda seguir. Três minutos depois vem a expulsão de Hugo Basto, que agarra Sálvio quando este ía lançado sozinho em direção à baliza. O Arouca vê assim o 3º vermelho direto em 4 jogos. Hugo Basto falha o jogo no Dragão.

Pedro Emanuel resolve mexer, e faz entrar Fokobo para o lugar de Artur aos 68 e André Claro substitui Iuri Medeiros aos 69 minutos. No mesmo minuto, Jonas (Benfica) vê amarelo por falta sobre David Simão.

É a vez de Jesus voltar a mexer, e faz a segunda substituição com Ola John a entrar para o lugar de Gaitán aos 72 minutos.

Pedro Emanuel é forçado a nova alteração, trocando Dabó para o lugar de Balliu, que ressente-se de um torção do tornozelo num lance anterior.

O jogo fica decidido aos 76 minutos com novo golo de Lima, após excelente passe de Ola John, deixando o brasileiro na cara do guarda-redes. O 1-3 final estava concluido.

O jogo não terminaria sem o regresso de Ruben Amorim para substituir Sálvio, que estava em risco para o jogo com o Braga, e da amostragem de amarelo a Talisca, que fica assim fora desse jogo.

Com esta vitória, o Benfica mantém a vantagem de 4 pontos para o segundo, o FC Porto, quando restam 10 jornadas para o final da competição.

Notícias: Benfica