Witsel: Clubes mais fortes são Benfica e aquele de azul

Jogador belga já interiorizou a rivalidade com o FC Porto, diz que se sente "bem na pele do Benfica"

Axel Witsel considera que se sente "bem na pele do Benfica" e aponta que o clube da Luz "é o destino ideal" para a sua carreira. Declarações em entrevista à revista belga Les Sports que na quarta-feira saiu para as bancas pela primeira vez.

Entrevistado pelo ex-sportinguista Mbo Mpenza, Witsel assume que "algumas pessoas estavam contra" a sua transferência para a Luz, mas o atleta de 22 anos não tem dúvidas de que "foi a decisão certa". "Tinha outras duas ou três ofertas, mas estava mesmo certo do que fazia", frisa, notando que hoje está "ainda mais convencido: o Benfica é o destino ideal", constata.

Sobre os adeptos portugueses refere que são "loucos", realçando que "há fãs dos três clubes por todo o lado, mesmo em Lisboa". Mas "os dois clubes mais fortes são o Benfica e aquele de azul", nota, evidenciando estar já bem consciente da rivalidade sempre presente entre águias e dragões.

Witsel sustenta que "será complicado chegar ao título, mas temos argumentos para conquistá-lo", entende, assumindo que "seria extraordinário ser campeão na primeira época" na Luz.

O belga define Lisboa como uma "cidade magnífica" e diz que "Portugal é soberbo". "Tirando as horas tardias a que os portugueses comem, tudo o resto é de fácil adaptação", constata, revelando que já sabe falar "um pouco de português" e que já aprendeu "alguns palavrões".

Notícias: Benfica