Cristiano rematou mais do que 12 seleções nacionais

Foram 45 remates para o capitão da seleção portuguesa, mas só três golos.

A fase final do Europeu 2016 contou com 24 seleções nacionais. Metade realizou menos remates do que... um jogador sozinho. Cristiano Ronaldo, pois.

Os números mostram que, no torneio realizado em França, o capitão da seleção portuguesa realizou 45 remates; mas marcou apenas três golos.

São mais remates do que 12 seleções conseguiram no total: Irlanda do Norte, Suécia, República Checa, Turquia, Albânia, Rússia, Eslováquia, República da Irlanda, Ucrânia, Roménia, Áustria e Islândia.

Refira-se que o segundo jogador que rematou mais vezes no Europeu deste ano ficou bem longe mas foi bem mais eficaz: 28 tentativas. Foi o goleador do torneio, Antoine Griezmann, que apontou seis golos.

Schmeichel ultrapassado - Outra das curiosidades estatísticas destacadas pelo 'L'Équipe' está no outro extremo do campo: como Petr Čech sofreu cinco golos neste Europeu, chegou aos 21 golos sofridos em todos os campeonatos da Europa. Por isso passou a ser o guarda-redes com mais golos encaixados na história dos Europeus, passando Peter Schmeichel (20 golos sofridos).