Mourinho lamenta «comportamento pouco ético» de Ancelotti


Mourinho lamenta «comportamento pouco ético» de Ancelotti
José Mourinho respondeu, através do seu assessor pessoal, Eládio Paramés, a Carlo Ancelotti, técnico do AC Milan, lamentando aquilo que considera ser um «comportamento pouco ético» por parte do seu colega de profissão. Recorde-se que o treinador italiano afirmou, com ironia, que «mais do que a vontade do AC Milan em contratar Mourinho, trata-se da vontade de Mourinho em treinar o AC Milan» e relembrou que tem contrato com os milaneses até 2010
Em nota de imprensa, Eládio Paramés afirma que o técnico português «repudia por consequência a declaração feita pelo treinador do AC Milan e lamenta o comportamento pouco ético do seu colega de profissão, o qual admira e com o qual tem mantido uma relação cordial e respeitosa».

Respondendo às "acusações" de Ancelotti, o assessor recorda que José Mourinho não é responsável pelas notícias que davam conta do interesse do clube italiano no técnico português. «José Mourinho tem todo o direito de decidir o que quer ou não quer para o futuro da sua carreira, mas não é da sua responsabilidade que a sua auto-exclusão do cargo de seleccionador inglês tenha levantado conjunturas hipotéticas, que não alimenta», referiu.

Eládio Paramés revela ainda que José Mourinho já foi contactado por clubes e Selecções «sem treinador», mas deu «resposta negativa» a todas as propostas. «Desde que saiu do Chelsea FC, José Mourinho tem mantido um silêncio quase absoluto, nunca mais se pronunciando sobre o momento de este ou qualquer outro clube», afiança.

Imagem: Lusa

Notícias: Diversos