Que justiça temos afinal?

Porque é que os tribunais ainda não vieram dizer o que decidiram quanto ao protesto que o Boavista f

O Boavista foi condenado à despromoção já lá vão 3 longos anos de calvário. E foi condenado numa reunião do Conselho de Justiça que se fez à revelia do seu presidente.

Diziam os conselheiros que fizeram essa reunião que o presidente tinha sido destituído numa reunião anterior, realizada no mesmo dia, e portanto a figura de presidente não existia na altura e, por isso, a reunião à revelia era legal. Só que o presidente do CJ nunca aceitou que tivesse sido destituído e interpôs um recurso em tribunal.

Ora o acórdão desse recurso já foi dado a conhecer, há mais de ano e meio, e diz que o presidente não poderia ter sido destituído, e portanto, estava em funções. Sendo assim, e à luz dos regulamentos que regem o CJ, e da lei desportiva em Portugal, uma reunião não é válida se não estiver presente o seu presidente. Levando em conta o que se passou, aquela reunião, feita à revelia, e pelo acórdão do tribunal que dá razão ao presidente em exercício na altura, foi totalmente ilegal.

E se foi ilegal, tudo o que nela foi decidido foi também ilegal. Ou seja, a reunião do CJ não poderia ser feita sem o presidente. O tribunal diz que o presidente estava em funções. A reunião foi feita sem o presidente. Pelas leis a reunião só poderia ser legal com o presidente e como este não esteve presente foi ilegal. O que decidiram é assim também ilegal pois não podem ser legais decisões saídas de uma reunião ilegal.

Mas que continua a ver-se? A partir da altura que os tribunais dão razão ao presidente do CJ e diz que ele não tinha sido destituído a descida do Boavista tem que ser dada sem efeito já que foi decidida numa reunião que não valeu.

Então porque é que os tribunais ainda não vieram dizer o que decidiram quanto ao protesto que os axadrezados fizeram de imediato a considerarem que não poderiam ter sido despromovidos por aquela reunião ser ilegal? O que demora os tribunais a vir dizer o óbvio? Que está por traz desta demora? Quem estará a fazer atrasar a saída do acórdão que só pode dizer que a reunião foi ilegal e a despromoção?

E tudo o resto que a reunião decidiu, foi ilegal de igual modo. É que se não poderia haver, como os tribunais decidiram, reunião sem presidente, e esta foi feita sem ele, foi ilegal e a descida do Boavista também. Recordo que os tribunais disseram que o presidente não tinha sido destituído e que assim estava em funções pois tudo se centra nesta decisão jurídica.

Assim, volto a perguntar: o que atrasa os tribunais em fazerem justiça? Porque ainda não vieram dizer o que já toda a gente sabe se ilegalizaram a reunião ao darem razão ao presidente? Quem estará a fazer pressão para que o acórdão não saia? Quem ganha com este atraso?

Tenho informação, não confirmada, de que o acórdão está pronto desde Setembro, e que, obviamente, dá razão ao Boavista, mas que alguém está a forçar o atraso na sua divulgação. Quem? Quem ganha com isso?

Fácil, digo eu. Ganha com isso todos aqueles que estão na génese do castigo aplicado e que de imediato se vão ver processados pela SAD boavisteira e incorrem no pagamento de indemnizações que o clube irá pedir, e ás quais tem realmente direito.

E atrasam a decisão para verem se a SAD do Boavista acaba e depois não terem que pagar essas indemnizações por já não existem a quem as pagarem. Terão sorte? Eu penso que não. O lema atual do Boavista é " Resistir sempre desistir nunca ", e portanto esses senhores vão ver mesmo que Deus tarda mas não falta.

Que pensam do assunto? Porque acham que tarda tanto a sair uma coisa que está "na cara", como dizem os brasileiros, devido à decisão anterior sobre o presidente do CJ? E quem acham que está a atrasar o processo? Terei razão no que exponho, ou a vossa opinião é outra?

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

Notícias: Diversos