Vítor Pereira: "Jackson queixou-se e não podíamos arriscar"

Treinador do FC Porto sublinhou a importância do ponto conquistado no terreno do Estoril.

Vítor Pereira elogiou o Estoril, que empatou a duas bolas com o FC Porto neste domingo e que se mostrou um "adversário difícil, uma equipa bem organizada com bons jogadores".

Após este duelo a contar para a Taça da Liga, o treinador dos portistas sublinhou o bom início da sua equipa: "Entrámos bem no jogo, a mandar, como gostamos. Sofremos um golo por mérito adversário, fomos atrás do empate e conseguimos".

"Depois surgiu o segundo golo, num lance casual, e mesmo com Varela a ponta-de-lança, com os jogadores que tínhamos, continuámos a criar perigo porque temos muito carácter", analisou o técnico, que falou depois sobre Jackson Martínez, que só alinhou durante a primeira parte.

O avançado colombiano sentiu um problema muscular no final da primeira parte: "Não podemos arriscar, ele saiu por precaução".

O empate "não satisfaz na totalidade" o treinador do FC Porto, mas permite à equipa nortenha "continuar na luta pelo apuramento" para a próxima fase, destacou Vítor Pereira.

Marco Silva deu os parabéns aos seus jogadores: "Jogámos para vencer contra uma grande equipa, fizemos um grande jogo, dou os parabéns aos meus jogadores, que mereciam algo mais".

"Fomos um adversário muito digno, fizemos tudo para vencer. Quando tivemos de ser solidários, fomos; quando tivemos de manter a posse de bola, conseguimos", destacou o treinador do Estoril, também em entrevista rápida à TVI24.

No final, Marco Silva deixou votos para o próximo ano: "2012 foi um grande ano para o Estoril, espero que 2013 seja igual".

Notícias: Estoril