Deco espiado em 2008 a mando do Barcelona

A direção do clube de futebol espanhol Barcelona, que até 30 de junho era liderada por Joan Laporta, “espiou” o internacional português Deco, além de Ronaldinho, Samuel Eto’o e Gerard Piqué, segundo publica a revista Interviú.

De acordo com a revista espanhola, o “Barça” encarregou, no outono de 2008, a agência de detetives Método 3 de vigiar Deco, Ronaldinho, Eto’o e Piqué, para ver como se comportavam na sua vida privada, tendo sido seguidos durante meses até ao final da época 2007/08.

O serviço, que custou cerca de 5000 euros, concluiu que o internacional luso, o brasileiro e o camaronês cometiam constantes atos de indisciplina, que iam contra o regulamento interno do clube espanhol.

Já o relatório de Piqué, defesa então contratado ao Machester United, não encontrou nada de reprovável no jogador.

Quando Pep Guardiola assumiu o cargo de treinador no verão de 2008, anunciou que não contava com nenhum dos três futebolistas, ainda que Eto’o tenha continuado no clube por mais um ano.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Foto: wikimedia

 

Notícias: Internacional