Dida abandona a Selecção brasileira


Dida abandona a Selecção brasileira
O guarda-redes Dida não voltará a vestir oficialmente a camisola canarinha. É o seleccionador do Brasil, Dunga, quem o anuncia em declarações ao canal de televisão Globo, sublinhando que o jogador do AC Milan não pretende voltar a representar a Selecção brasileira. «Ele tem os seus motivos e já tomou a decisão. Falou com o nosso treinador de guarda-redes para avisar que não estava nos seus planos jogar pela Selecção», revela Dunga, sublinhando que não pretende contar com «nenhum jogador que não sinta prazer em vestir a camisola». Dida soma 136 internacionalizações e participou com o Brasil nos Mundiais de 1994, 2002 e 2006.

Notícias: Internacional