Jogador do Bayern de Munique condenado a 3 anos de prisão

Breno, central brasileiro de 22 anos, foi considerado culpado de fogo posto pela justiça alemã.

Breno, defesa-central que representava o Bayern de Munique, foi condenada esta quarta-feira a três anos e nove meses de prisão, depois de ter sido considerado culpado por um tribunal alemão de ter incendiado propositadamente a sua casa, em setembro do ano passado. A habitação ficou destruída, causando um prejuízo de 1 milhão de euros.

Segundo a jornalista do Globesporte que acompanhou o julgamento, ficou provado que o defesa, de 22 anos, tinha bebido no dia do incêndio uma garrafa de uísque, cinco a dez cervejas e ainda vinho do Porto. Após ser detido, acusou 2,5 ml de álcool no sangue.

A polícia afirmou que quando chegou à casa em chamas, Breno estava completamente fora de si, correndo pela casa e gritando "merda" em alemão.

Breno, internacional pela seleção olímpica do Brasil, está sem contrato com o Bayern desde 30 de junho, clube que o contratou ao São Paulo, em 2008, por 12 milhões de euros.

Notícias: Internacional