Messi acusado de fraude fiscal

Ministério Público apresentou queixa. Jogador e pai não terão declarado 4 milhões de euros.

O Departamento de Crimes Económicos do Ministério Público de Barcelona apresentou esta quarta-feira uma queixa contra Lionel Messi e contra o seu pai, Jorge Horacio Messi. Os dois argentinos são acusados de três crimes contra os cofres do Estado, por alegadamente não terem declarado mais de 4 milhões de euros nas suas declarações de IRS de 2007, 2008 e 2009.

A verba “esquecida” será respeitante a direitos de imagem do jogador.

A queixa, apresentada na zona de residência do jogador, foi divulgada pela agência noticiosa Efe.

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

Notícias: Internacional