Onde começa o jogo limpo e termina o desportivismo?

No caso em apreço os atletas do Valência asseguram que não viram o rival do Getafe, Casquero, no chão, notando que os adversários «tinham atirado a bola fora várias vezes na primeira parte» e que «estavam um pouco queimados». Mas pergunta-se então se se deve atirar a bola fora sempre que um dos oponentes cai ao relvado aparentemente lesionado. Não se estará a abusar demasiado de uma norma criada para defender o fair-play, mas que em muitos casos é usada precisamente para perturbar o fio de jogo do adversário?A dúvida suscita a importância de definir algum ponto de intervenção, nomeadamente no que diz respeito ao árbitro que, no exposto nas Leis de Jogo, tem o dever de parar o jogo se for necessário assistir um lesionado com urgência. Com esta salvaguarda, e que visa zelar pela saúde dos atletas, a que princípio devem os jogadores em campo responder antes de atirarem a bola fora?Susana Valente

Notícias: Internacional