Real Madrid volta a derrotar o Barcelona

Novo triunfo para José Mourinho frente ao rival. Catalães terminaram irritados.

O Real Madrid ganhou em casa ao Barcelona por 2-1, neste sábado, em jogo da liga espanhola. Fábio Coentrão e Pepe foram titulares no Real, Cristiano Ronaldo entrou na fase inicial da segunda parte e Ricardo Carvalho não saiu do banco de suplentes.

Os dois primeiros golos não demoraram a surgir. Primeiro, aos cinco minutos, grande cruzamento de Morata e Benzema encostou ao segundo poste. Aos 17', Daniel Alves isolou Messi e o argentino igualou. Numa primeira parte pouco intensa, valeu a eficácia. Aliás, na primeira meia hora só houve duas jogadas ofensivas dignas de registo - e dois golos. Mais tarde Messi e Morata ainda tiveram espaço para mais, mas nenhum teve sucesso. 1-1 ao intervalo, um resultado adequado.

No segundo tempo as duas equipas "acordaram" um pouco. Os catalães entraram mais ofensivos, mas pouco depois entrou Ronaldo - que trouxe mais velocidade e três oportunidades (uma delas foi travada pelo poste), mais uma criada por Morata. A partida parecia arrastar-se com um empate até final, mas aos 81 minutos, num pontapé de canto, Sergio Ramos foi o melhor nas alturas e fez o 2-1 final.

E o jogo "aqueceu" no final, numa amostra de clássico em Espanha. Arbeloa (e talvez Pepe) deveria ter sido expulso e, logo a seguir, Ramos comete grande penalidade sobre Alexis, que não foi assinalada. Os jogadores do Barcelona irritaram-se e Valdés foi expulso depois do desafio acabar, por protestos.

Num encontro que não contou com jogadores como Xabi Alonso, Özil ou Di María, destaque para Raphaël Varane: talvez os duelos com o Barcelona lhe deem mais ânimo, mas este francês de 19 anos é agora um defesa central muito rápido e muito importante no Real.

José Mourinho e o Real Madrid conseguem duas vitórias frente ao Barcelona na mesma semana. Mas no campeonato a liderança está a 13 pontos de distância. Segue-se o Manchester United, na Liga dos Campeões. Quanto ao Barcelona, são três derrotas nos últimos quatro jogos.

 

Notícias: Internacional