Treinador do Borussia Dortmund arrasa “tiki-taka”

Klopp prefere futebol “de luta”, de entrega total, ao praticado pelo Barcelona. Concorda?

Jürgen Klopp, treinador do Borussia Dortmund, revelou que está longe de ser adepto do estilo de jogo que Pep Guardiola implementou no Barcelona, o célebre “tiki-taka”. Falta paixão, explicou o técnico, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Arsenal.

“Para desfrutarmos do futebol, temos de fazer isto: ‘Ele vai marcar!’ ‘Ao poste!’ ‘Grande defesa!’ É isto que eu amo”, começou por dizer Klopp, agitando-se na cadeira. “Se o Barcelona dos últimos quatro anos tivesse sido a primeira equipa que eu vi jogar quando tinha quatro anos – um futebol com grande serenidade, em que se ganha 5-0 ou 6-0 – então eu teria jogado ténis. Desculpem-me mas não é suficiente para mim. Gosto de futebol de luta, não de futebol sereno”, justificou o técnico.

“Gosto do futebol à inglesa, em que está a chover, o campo está pesado, todos estão sujos… e vão para casa de tal maneira que não conseguem jogar durante quatro semanas”, acrescentou Klopp.

O treinador do Dortmund sublinhou que exige aos seus jogadores que joguem um futebol atrativo e que “consigam correr mais 10 quilómetros que os adversários”. E exemplificou com a sua própria entrega: “Olhem para mim durante os jogos… Eu festejo quando pressionamos, quando ganhamos um lançamento e eu digo ‘Yesssss!’.

Notícias: Internacional