Braga sem Madrid e Maciel frente ao Parma


Braga sem Madrid e Maciel frente ao Parma
Será um Sporting de Braga privado de oito atletas aquele que vai receber o Parma na quinta-feira (19H, SIC) em jogo da primeira-mão dos dezasseis-avos-de-final da Taça UEFA. O treinador Rogério Gonçalves não pode contar com os lesionados Andrés Madrid, Maciel, Castanheira e Andrade, nem com Jorge Luiz, Chmiest e Davide que não estão inscritos nas competições europeias. Mas apesar das limitações os arsenalistas apostam forte na recepção aos italianos, procurando a afirmação europeia igualando a melhor marca de sempre do clube que na longínqua época 1997/1998, com o galego Fernando Castro Santos ao leme, chegou aos "oitavos" da prova.



Rogério Gonçalves: bom é ganhar sem sofrer golos

Rogério Gonçalves constata que os seus jogadores têm «consciência do feito» que podem alcançar. O treinador salienta que são «ambiciosos» e que «jogam para ganhar» em todas as circunstâncias. Frente a uma equipa que o técnico define como «experiente» e «adulta», Rogério Gonçalves conta que a sua formação dê «uma boa resposta». Quanto ao resultado ideal «é ganhar, se possível sem sofrer golos», destaca o comandante dos minhotos, relevando contudo que «nada vai ficar decidido neste primeiro jogo». E o avançado Giuseppe Rossi dá conta disso mesmo, frisando que o emblema italiano vai a Braga «com a intenção de fazer um resultado para depois jogar a qualificação em Parma».
A equipa transalpina chega à Cidade dos Arcebispos com um novo treinador, Cláudio Ranieri, e Rogério Gonçalves acredita que «em 48 horas [o novo técnico dos italianos] não vai ter tempo para mudar muita coisa». De qualquer modo no Braga estão «preparados para tudo», afiança o treinador português, sublinhando que o seu plantel «tem maturidade suficiente para saber adaptar-se a todas as situações». Ranieri já disse em Itália que quer «um Parma à inglesa, que lute do primeiro ao 90º minuto».
Do lado arsenalista, Rogério Gonçalves quer a equipa a fazer «transições ofensivas mais rápidas, explorando os corredores laterais e essencialmente tendo muita paciência na construção de jogo». O treinador diz ainda que não vai mudar o onze, admitindo contudo «duas alterações, uma delas obrigatória pela lesão do Andrade», justifica. Além do médio brasileiro, Rogério Gonçalves não pode contar com Andrés Madrid, Maciel e Castanheira, também devido a problemas físicos, enquanto Jorge Luiz, Chmiest e Davide não estão inscritos na UEFA. Assim o técnico convocou apenas 18 jogadores para a recepção ao Parma, respectivamente os seguintes:
Paulo Santos e Dani Mallo; Luís Filipe, Pedro Costa, Nem, Paulo Jorge, Rodriguez, Carlos Fernandes e Paíto; Frechaut, Ricardo Chaves, Vandinho e João Pinto; Wender, Cesinha, Bruno Gama, Zé Carlos e Diego Costa.
Do lado do Parma Ranieri convocou todo o plantel, nomeadamente o avançado Kutuzov, ex-Sporting, e o português Fernando Couto.
A partida está agendada para as 19 horas portuguesas, terá transmissão televisiva na SIC e será dirigida pelo árbitro esloveno Damir Skomina.

Notícias: Liga dos Campeões