Ex-presidente do Real: "Mourinho prejudica o clube"

Ramon Calderón, antigo dirigente dos merengues, não poupa nas críticas ao treinador: "Quando perdemo

Ramon Calderón, antigo presidente do Real Madrid, disse esta quarta-feira que o comportamento de José Mourinho durante as meias-finais da Liga dos Campeões prejudicou o clube espanhol. Em declarações à britânica BBC, Calderón explicitou que "as coisas que ele disse foram prejudiciais para o Real Madrid".

"Os clubes grandes não deveriam criticar o árbitro por erros nas suas derrotas. Investimos mais de 400 milhões de euros nos últimos dois anos para construirmos uma equipa muito forte e importante, por isso quando perdemos não podemos pôr as culpas em lesões, pouca sorte, árbitros ou qualquer outra coisa. Se perdermos devemos felicitar o adversário e pronto", justificou.

"Aquilo que ele [Mourinho] fez, ao falar da UEFA e dos árbitros, não é aceitável", concluiu o antigo dirigente.

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

Notícias: Liga dos Campeões