Hulk: "Era precisa concentração"

FC Porto deu uma resposta à altura no jogo contra o Shakhtar Donetsk, afirmou o brasileiro.

O FC Porto conseguiu sair da Ucrânia com um triunfo sobre o Shakhtar Donetsk porque os seus jogadores entraram mais concentrados, disse Hulk.

O avançado brasileiro falou num encontro "bastante complicado" em Donetsk e "era preciso estar concentrado para sair com um resultado positivo"

"O que mudou em relação ao jogo com a Académica foi a concentração dos jogadores. Sabíamos que contra a Académica não tínhamos estado bem, tinha sido uma vergonha, não entrámos concentrados, mas depois do jogo reunimos com a comissão, todos fechados e hoje mostrámos o que é o FC Porto", analisou o marcador do primeiro golo.

Sobre as mudanças no onze inicial em relação à partida em Académica, Hulk garantiu que todos os jogadores estão prontos para jogar: "O treinador escolheu estes onze, mas todos os jogadores estão à disposição e aqui foi dada uma resposta à altura".

Helton sublinhou o empenho dos colegas

Outro dos jogadores que prestou declarações à RTP foi Helton, que fez algumas boas defesas e foi importante em determinados momentos do jogo.

"Tenho de ressaltar o empenho, a vontade, a personalidade dos meus companheiros, sabendo que estávamos num momento um pouco complicado, bem complicado por sinal e tiveram personalidade para jogar futebol", comentou o guarda-redes.

"No início do jogo, eu pedi ao grupo para jogar futebol, para ter alegria, que era aquilo que precisávamos. Dou os parabéns ao grupo, que esteve bem unido", acrescentou o capitão do FC Porto.

Helton afirmou ainda que "vontade e determinação" foram essenciais neste triunfo, que pode afastar uma série de resultados menos conseguidos e fazer calar críticas internas.

"Obviamente que a gente não gosta quando [as críticas] partem de dentro do próprio FC Porto, ficamos um pouco tristes. Mas, com personalidade, acredito que tudo vai correr pelo melhor", disse Helton.

Notícias: Liga dos Campeões