Pinto da Costa: FC Porto da Académica "morreu"

Presidente dos dragões garantiu que treinador Vítor Pereira nunca teve o lugar em perigo.

Pinto da Costa disse esta quarta-feira, em Donestsk, que o FC Porto da Académica ‘morreu’ e que o triunfo perante o Shakhtar, em jornada decisiva da Liga dos Campeões, foi o tónico que a equipa precisava para dar a volta por cima.

“Antes do jogo, jogadores e treinador chamaram-me para dizer que o FC Porto que defrontou a Académica tinha morrido, que iríamos voltar a ter o nosso, o meu FC Porto. Espero que continue a ser assim no futuro”, revelou o presidente dos dragões após o jogo.

“Não dúvidas de que este resultado vai catapultar a equipa. Fizemos uma magnífica exibição e demonstrámos que continuamos a ter magníficos jogadores. Ninguém desaprendeu de jogar nem deixou de querer ganhar. Naturalmente, num momento de cerrar fileiras, todos disseram presente de forma categórica e mostraram o seu talento”, sublinhou o líder máximo do FC Porto.

Vítor Pereira nunca teve o lugar em perigo, garantiu Pinto da Costa: “Aquilo que vem escrito são invenções, não belisca a nossa confiança no treinador, e até faz rir os jogadores. O treinador nunca se sentiu perturbado nem teve o lugar em risco. Tem a minha inteira confiança. Se não a tivesse, não estaria aqui”.

Notícias: Liga dos Campeões