Portugal na UEFA: cinco vitórias em... 30 jogos

Fase de grupos para esquecer, em relação aos pontos atribuídos pela UEFA.

Jornada após jornada começou a desenhar-se o cenário pouco simpático para Portugal, no que diz respeito à tabela de países da UEFA. Basta recordar que, no início de novembro, registou-se a terceira jornada consecutiva sem qualquer vitória portuguesa, quer na fase de grupos da Liga dos Campeões, quer na fase de grupos da Liga Europa. O total não foi muito diferente: em 30 jogos, apenas cinco vitórias.

Nenhuma equipa portuguesa conseguiu manter-se na prova em que estava colocado. Benfica e FC Porto continuam na Europa, mas na "divisão" inferior. E foi o Benfica a juntar mais pontos para Portugal: três vitórias, um empate e 10 pontos no Grupo C da Liga dos Campeões - que costumam ser suficientes para o apuramento mas os 10 pontos do Olympiacos levaram a melhor.

No Grupo G da mesma competição o registo caseiro do FC Porto (zero vitórias e apenas um ponto) foi fundamental para o campeão nacional terminar apenas no terceiro lugar, com os mesmos cinco pontos do modesto Áustria Viena. O FC Porto conseguiu vencer apenas um jogo, precisamente em Viena, logo na estreia.

Ou seja, na Liga dos Campeões, juntando os números de Benfica e FC Porto, "conseguimos" quatro vitórias em 12 jogos. Um terço de aproveitamento. As duas equipas vão jogar na Liga Europa em 2014.

Um triunfo em 18 jogos - A fase de grupos na Liga Europa foi pior. Já se esperava que, com a representação de Paços de Ferreira, do estreante Estoril e do Vitória de Guimarães, Portugal não iria contar com o sucesso de épocas recentes. Mas poucos previam este resultado final: em 18 jogos realizados, apenas uma vitória.

O Paços de Ferreira contabilizou três empates e três derrotas no Grupo E; ficou atrás dos favoritos Fiorentina e Dnipro, superando por um ponto o Pandurii (que havia afastado o Sporting de Braga na pré-eliminatória). E o Paços marcou apenas um golo em seis encontros.

O Estoril, na sua primeira participação na Europa, foi - apesar do balanço global negativo - a única turma portuguesa a ficar no último lugar do respetivo grupo. O Sevilha e o Friburgo apuraram-se no Grupo H, o Slovan Liberec ficou pelo caminho e o Estoril "imitou" o Paços: três empates, três derrotas.

A equipa que parecia ter mais possibilidades de seguir em frente era o Vitória de Guimarães, que conseguiu o único triunfo luso na Liga Europa, na estreia frente ao Rijeka. O Grupo I contou com o Lyon e o Betis nos dois primeiros lugares e os minhotos não foram além do terceiro posto, com cinco pontos. Atrás ficou apenas o Rijeka.

O objetivo, à partida para 2013/14, seria afastar a França e chegar junto da Itália, que é quarta classificada na UEFA. Mas com estes resultados...

Notícias: Liga dos Campeões