Raul José: Benfica vai a Old Trafford disputar os 3 pontos

Treinador adjunto das águias ainda aponta à liderança do Grupo apesar do empate com o Basileia.

Raul José fez de Jorge Jesus no banco do Benfica no jogo contra o Basileia, em virtude do castigo de um jogo imposto ao treinador das águias, e o comandante por empréstimo dos encarnados considera que a equipa da Luz ainda tem a liderança do Grupo na mira.

"O Benfica vai sempre a qualquer campo para disputar os três pontos e em Old Trafford não vai ser diferente, pois vamos tentar o primeiro lugar do grupo", constata o técnico depois do empate a um golo com o Basileia, no Estádio da Luz.

O adjunto de Jorge Jesus, que assistiu ao jogo no hotel depois de ter sido expulso em Basileia, na jornada anterior, constata que a formação helvética é um adversário "forte, que tem qualidade e que pode disputar esta Champions até ao fim". Lembrando que o rival "empatou em Old Trafford" a 3-3 com o Manchester United, Raul José atesta que o Basileia tem uma "boa circulação de bola", mas salienta que o Benfica teve "ocasiões para selar a vitória".


"É verdade que o Basileia conseguiu ter mais posse de bola na segunda parte, mas as oportunidades pertenceram ao Benfica", frisa o técnico adjunto da Luz.

Sobre a prestação de Luís Martins, que fez a sua estreia pelo Benfica em jogos oficiais, Raul José constata que foi "bastante positiva". "É um jogador com bastante potencial e mostrou isso mesmo, mas já sabíamos que não tinha ritmo para disputar um jogo completo da Champions, com muita intensidade", sustenta. "Sabíamos que aos 60 minutos estaria cansado e o Miguel Vítor entrou quando tinha de entrar", acrescenta.


Do lado do Basileia, o treinador Heiko Vogel confessa-se "extremamente orgulhoso" da sua equipa, evidenciando que "os jogadores jogaram muito bem e o empate é mais do que justo", entende.

O responsável técnico do Basileia elogia o Benfica, frisando que teve "sempre uma postura pressionante, desde o início" e que foi "sempre perigoso até ao último minuto".

Vogel repara ainda que o seu emblema não desiste do sonho de apuramento para os oitavos-de-final da Champions League. "Tanto o Manchester United como o Benfica têm as suas posições definidas e nós só temos de pensar jogo a jogo", repara o treinador.

Notícias: Liga dos Campeões