Um caso Real

Como é que uma equipa pode funcionar a 100% se 3 dos seus principais jogadores têm a cabeça nesse troféu? Será que numa
hipotética jogada de um jogo decisivo estando um desses jogadores, aos 90 minutos, com uma oportunidade de marcar golo,
mas de ângulo díficil, tendo ao lado um dos seus "rivais" para o tal título de melhor do mundo... será que vai passar a
bola e deixar o colega ficar com os louros da vitória ou vai ser egoísta arriscando falhar, mas ficando com
os créditos em caso de sucesso?Ticomaia

Notícias: Liga dos Campeões