Arouca empata outra vez e mantém-se na Liga Europa

Não houve golos na receção ao Heracles. Golo marcado na Holanda valeu apuramento.

O Arouca conseguiu superar a primeira eliminatória europeia da sua história. A igualdade 0-0 em casa com o Heracles, na segunda "mão" da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, terminou com apuramento português. Valeu o golo fora apontado nos instantes finais do primeiro jogo, na Holanda, que terminou com empate a uma bola.

A turma portuguesa começou melhor, com mais bola e mais ofensiva; Zequinha e Walter González poderiam ter marcado mas atiraram por cima. O Heracles foi começando a equilibrar na posse de bola mas o ataque holandês, ao longo da primeira parte, valeu praticamente zero. Ao contrário do primeiro duelo, Bracalli estava a ser quase um espectador.

Deixou de o ser no arranque do segundo tempo - grande defesa perante Kuwas. Depois Navratil cabeceou ao lado, Bruns rematou por cima. O Arouca sossegou um pouco e foi-se assistindo a um duelo de nervos, com o bom futebol a ser algo raro. Nos últimos 10 minutos quem precisava de marcar era o Heracles mas foi Castro, guarda-redes da equipa holandesa, a ter trabalho em três oportunidades de golo para o Arouca: Mateus, Marlon e Nuno Valente quase sentenciaram a eliminatória. Não foi preciso. O Arouca segue para o play-off.

Notícias: Liga Europa