Europa: Benfica eliminado pelo cansaço com goleada em Liverpool


Europa: Benfica eliminado pelo cansaço com goleada em Liverpool
O Benfica foi eliminado da Liga Europa nos quartos-de-final pelo Liverpool. A última equipa portuguesa presente nas competições europeias foi goleada em Anfield Road por 4-1, não resistindo ao cansaço. «Não tivemos andamento», assume o treinador Jorge Jesus considerando que «o Benfica perdeu nos pormenores e na frescura física».





«Não tivemos horas para recuperar para o nível que costumamos estar», assume o técnico da Luz que já antes da partida em Liverpool tinha alertado para esta circunstância. «Houve jogadores que tiveram dificuldade para acompanhar a velocidade dos jogadores do Liverpool», acrescenta Jesus, considerando que, embora o resultado seja «exagerado», também é um reflexo do facto de o adversário ter sido «muito forte em alguns períodos» e de ser uma «equipa mais experiente».


+ Liverpool: Reina, Glen Johnson, Kyrgiakos, Agger, Carragher, Lucas, Mascherano, Gerrard (88' Aquilani), Kuyt, Benayoun (91' El Zhar) e Torres (86' Ngog)

GOLOS: Kuyt (27'); Lucas (34'); Torres (59' e 82'); Cardozo (70')

+ Benfica: Júlio César (80' Moreira), Ruben Amorim, Luisão, Sidnei, David Luiz, Javi García, Ramires, Di María, Carlos Martins (67' Kardec), Aimar (86' Coentrão) e Cardozo

«A equipa do Liverpool jogou no contra-golpe que foi fatal para o Benfica», refere o treinador das águias, apontando que quando a sua equipa teve que ir «à procura de um golo» não teve «andamento» para o fazer. «Sabia que se estivesse em desvantagem na segunda parte ia ser difícil recuperar a intensidade e parar as saídas dos jogadores do Liverpool», realça Jesus.

O treinador português não deixa de notar que no primeiro golo dos ingleses «o Julio César foi carregado à margem da lei». O guarda-redes do Benfica, que saiu de jogo aos 80 minutos por se ter sentido mal e que passou a noite hospitalizado em Liverpool, não está isento de culpas nos dois primeiros tentos dos "reds".


+ Liverpool 4-1 Benfica [Agregado: 5-1]

+ Wolfsburgo 0-1 Fulham [Agregado: 1-3]

+ Standard 1-3 Hamburgo [Agregado: 2-5]

+ Atlético 0-0 Valencia [Agregado: 2-2 - vantagem nos golos fora]

O Liverpool vai agora defrontar o Atlético de Madrid nas meias-finais da prova depois de a equipa dos portugueses Simão Sabrosa e Tiago ter empatado em casa com o Valência a 0-0. Vale a vantagem nos golos fora depois do 2-2 em Valência.

O treinador dos ingleses, Rafael Benítez, tem na mira a final da prova, mas está ciente das dificuldades frente à equipa do compatriota Quique Flores, ex-técnico do Benfica. «Os clubes espanhóis são muito bons, vai ser muito difícil», salienta Benítez.

Sobre o jogo contra o Benfica o treinador dos "reds" realça que a sua equipa teve «mais posse de bola» e «mais oportunidades». «Porque a outra equipa foi muito boa pode dizer-se que com quatro golos foi uma exibição fantástica», considera Benítez, sublinhando que «o FC Porto o ano passado, se calhar, estava melhor, mas este ano o Benfica é claramente a melhor equipa em Portugal, vai ser campeã», preconiza.

Benítez não deixa ainda de destacar um nome na sua equipa, frisando que «Lucas foi crucial» e que «fez uma excelente exibição».

A outra meia-final vai disputar-se entre o Hamburgo que afastou o Standard de Liège e o Fulham que eliminou o Wolfsburgo.


Notícias: Liga Europa