Jesus: "Exibição de grande classe"

O técnico do Benfica não podia estar mais satisfeito com os seus jogadores, depois do triunfo em Est

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, considerou esta quinta-feira que o Benfica fez “uma exibição de grande classe” em Estugarda, vencendo o seu adversário alemão por 2-0 e passando aos oitavos-de-final da Liga Europa.

“os jogadores do Benfica têm tanto talento que não sei até onde poderão chegar, estão de parabéns”, disse o técnico benfiquista, visivelmente satisfeito, não apenas com o triunfo na eliminatória, mas também pelo facto de as “águias” terem ganho pela primeira vez um jogo oficial na Alemanha.

Jesus fez questão também de agradecer aos emigrantes portugueses na Alemanha o apoio concedido à equipa e de repartir a vitória com eles e também com os adeptos que vieram de Lisboa.

“os jogadores já estavam a dizer na cabina que parecia que iam jogar em Lisboa e não em campo adverso, e isso em termos emocionais foi muito importante”, sublinhou Jesus.

Falando depois dos aspetos tácticos, destacou que, ao contrário do que aconteceu no jogo da primeira mão, que o Benfica venceu por 2-1, desta vez os dois organizadores de jogo do Estugarda não tiveram hipótese de ocupar o corredor central, devido à colocação de Aimar no terreno.

“Além disso, Aimar foi mais forte do que eles quando tinha a bola, e isso foi muito importante”, referiu Jorge Jesus.

Quanto à ausência de Saviola à última hora, explicou que o avançado argentino se sentiu indisposto, disse que se sentia fraco, e resolveu nem o colocar no banco de suplentes.

Quanto ao facto de o Benfica ter vencido pela primeira vez na Alemanha, Jorge Jesus fez questão de sublinhar que essa não era uma das prioridades: primeiro era preciso passar a eliminatória, depois obter a 16.ª vitória consecutiva e só então vinha a questão de vencer em Estugarda.

“Nunca tínhamos feito um golo em Estugarda, fizemos dois, foi a cereja em cima do bolo”, disse o técnico benfiquista.

Quanto ao adversário do Benfica nos oitavos-de-final da Liga Europa, o Paris Saint-Germain, Jorge Jesus apontou a curiosidade de já ter defrontado os franceses com o Sporting de Braga, saindo derrotado, mas descartou a hipótese de querer agora uma vingança.

“Eles têm muitos jogadores ainda desse tempo, conheço-os bem, e como vamos ter mais adeptos do Benfica lá do que adeptos do PSG, estamos confiantes, apesar de eles estarem a fazer um bom campeonato”, comentou Jesus.

Notícias: Liga Europa